CORONAVÍRUS OCASIONA PERDA DE VALOR À BRF

O coronavírus tem ocasionado diversos prejuízos nos últimos meses, dentre esses podemos destacar os prejuízos financeiros, nos quais se inserem a BRF. Isso porque, o pânico que o vírus ocasionou nos investidores devido ao impacto do coronavírus na economia global fez o valor de mercado da BRF atingir o menor patamar, pelo menos, desde 2012.

A BRF encerrou o pregão de hoje, 13 de março, avaliada em R$ 12,390 bilhões na B3. Assim, no acumulado do ano as ações da companhia caíram 56,5%, no período, o Ibovespa recuou 37,2%. Em termos de valor de mercado, o pior momento da BRF fora em junho de 2018, período em que encerrou o pregão avaliada em R$ 14,55 bilhões.

O ápice da valorização da empresa, em 2009, essa chegou a valer R$ 62,8 bilhões, portanto, desde o pico a empresa sofreu perda de R$ 50,4 bilhões em valor.

Ressalta-se que, até o momento, nenhum funcionário da empresa teve confirmação de infecção pelo vírus, porém, algumas áreas estão trabalhando remotamente.

As informações são de matéria publicada pela Valor Econômico em matéria assinada por Luiz Henrique Mendes.

Leave a Reply

WhatsApp chat